WillingToLive

foto de capa por Fabio Marujo

Filipe Morgado Escrito por Filipe Morgado

Passeio fotográfico no Minhocão em São Paulo com o pessoal do Click a Pé

Quer uma boa forma de conhecer, fotografar e fazer amigos em São Paulo? Participe dos passeios fotográficos do Click a Pé! Eu conheci o grupo em abril de 2016 (mês do passeio da República). Desde então, sempre estou por lá!


A edição de novembro de 2017 do passeio, que foi especial, ocorreu no Minhocão. Mas, Filipe, por que especial? O Click a Pé completou dois anos! Em 2015, também no Minhocão, ocorreu a primeira edição. Ele começou como algo “não sei se vou, não sei se fico” :), pois o plano inicial era fazer os passeios do restante de 2015 até meados do segundo semestre de 2016 e encerrar o projeto com uma exposição das fotos dos frequentadores no final de 2016. Bom, se eu estou dizendo que teve passeio em 2017, é porque ele não parou por aí. E não é por menos…


Prontas para dançar. Solta o som produção! | 29mm equiv.; f11; 1/100; ISO 100
Prontas para dançar. Solta o som produção! | 29mm equiv.; f11; 1/100; ISO 100

Os passeios são bem organizados e ocorrem mensalmente em diferentes locais pela cidade de São Paulo e regiões próximas. Sempre tem sorteio de algo bacana em cada passeio, não só presentes físicos, mas também a possibilidade de entrar em lugares que normalmente não se pode ir, por exemplo, uma vista do alto de um prédio na Paulista ou do topo da Catedral da Sé. Além disso, todo mundo sempre pode aproveitar momentos bem bacanas, pois vários dos passeios ocorrem em locais em que normalmente não é permitido fotografar.

Agora que você já tem uma ideia do que é o Click a Pé, vamos juntos curtir o passeio do Minhocão :)

O que é o Minhocão?

Melhor do que tentar te explicar o que é o Elevado Presidente João Goulart (vulgo Minhocão), fica mais simples você mesmo ver. Dá uma olhada no Google Street View abaixo, esse foi o ponto de partida do passeio. Se você quiser mais detalhes, dê uma olhada na Wikipedia.


Como chegar?

A forma mais prática de chegar no Minhocão para um passeio fotográfico usando o transporte público é pelo Metrô. A estação Marechal Deodoro fica em frente a uma das rampas de acesso. Você sai do Metrô, atravessa a rua, sobe a rampa e, pronto, já chegou.

Percurso

Os passeios do Click a Pé ocorrem na maior parte das vezes às 10h da manhã de domingo. Exatamente o caso desse passeio. Para ajudar, o ponto de encontro era justamente no Metrô Marechal Deodoro.

O percurso começava subindo a rampa em frente ao Metrô e prosseguia até a Rua da Consolação. Resumindo, sobe a rampa e segue para direita até o Minhocão acabar.


A minha caminhada demorou aproximadamente 2 horas. É possível demorar mais lá, sim! No final apressamos um pouco o passo. Da para demorar menos, claro. Vá no seu ritmo. Apenas tenha em mente de que você está na região central de SP. O ideal é sempre estar em grupo, mas como nos passeios do Click a Pé sempre tem muita gente, vão ter vários subgrupos em ritmos diferentes. Entretanto, como o passeio era relativamente longo e o percurso extenso, no final eu não via mais tanta gente do passeio por perto.

Quanto custa? É gratuito, minha gente!

Detalhe importante, aos domingos o Minhocão fica fechado para os carros, semelhante ao que acontece na Paulista.


Precisa dizer se teve um monte de garotas posando do lado do 'perigosa'? Hahaha, mas eu prefiro uma abordagem mais tranquilia | 38mm equiv.; f8; 1/640; ISO 100
Precisa dizer se teve um monte de garotas posando do lado do ‘perigosa’? Hahaha, mas eu prefiro uma abordagem mais tranquilia | 38mm equiv.; f8; 1/640; ISO 100

Como foi?

Depois de pegar a pulseirinha do passeio e o número do sorteio, fiquei conversando com alguns frequentadores. Um pouco depois, o Labate chegou. Fazia tempo que não nos encontrávamos e fazíamos um passeio juntos. Foi ótimo!

Como todo início de passeio, a Mariana, idealizadora do projeto, dá as boas-vindas e conta como vai ser o passeio do dia. Nesse dia, além dos avisos rotineiros, ela também contou que o calendário da Catedral da Sé de 2018 teria as fotos dos frequentadores do Click a Pé. Alguns meses atrás, tivemos um passeio por lá.

Depois tiveram os sorteios, que eu não ganhei, mas ainda tenho fé que um dia eu ganho aquela mochila hahaha! Como era aniversário, trouxeram até um bolo e teve parabéns! Imagina uns parabéns com quase 300 fotógrafos em volta… teve pouca foto, né? Hehehehe. E se você está estranhando esse número de pessoas, os passeios do Click a Pé são assim, sempre com bastante gente aproveitando o passeio.


Momento do bolo e parabéns. Mariana Orsi à esquerda, pessoal vibrando e fotografando ao fundo e o bolo sendo entregue por um dos frequentadores. Eu gostei dessa fotografia. Na minha opinião ela retrata bem a vontade, a alegria, o envolvimento e o carinho que as pessoas tem pelo passeio. Trouxeram até um bolo para a Mari. Essa fotografia é do Edmilson Silva que também está sempre por lá.
Momento do bolo e parabéns. Mariana Orsi à esquerda, pessoal vibrando e fotografando ao fundo e o bolo sendo entregue por um dos frequentadores. Eu gostei dessa fotografia. Na minha opinião ela retrata bem a vontade, a alegria, o envolvimento e o carinho que as pessoas tem pelo passeio. Trouxeram até um bolo para a Mari. Essa fotografia é do Edmilson Silva que também está sempre por lá.


Logo no início do trajeto, tinha um pessoal gravando um vídeo, provavelmente de uma música. Tinha umas garotas fazendo uma coreografia e depois também vi um moço sendo filmado como se estivesse cantando a música. Você já viu a foto delas no início do artigo.

Eles estavam aproveitando como plano de fundo o prédio antigo que tem ali nessa parte do Minhocão, mas que na época deveria ser bem imponente. Hoje o prédio já não está muito bem conservado, mas de qualquer forma é um prédio que chama bastante atenção.

O tempo estava muito instável no dia. Começou quase garoando, depois abriu o sol, aí fechou novamente. Enfim, ficou alternando isso durante boa parte. Mais para o final, realmente parecia que ia cair uma boa chuva. Nessas horas surgem os pensamentos “onde me escondo quando começar a chover?”, “lembrei de trazer minha capa de chuva?”, “mas e a câmera, vai molhar?”. Quer estar sempre preparado para seu passeio? Eu escrevi um guia gratuito com o kit básico para seus passeios fotográficos. Porém, dessa vez, nada de chuva. Alarme falso :).

Durante o caminho, era bem comum ver o pessoal se exercitando. Alguns pedalavam, outros caminhavam e alguns corriam.


Moço fazendo exercício no Minhocão | 29mm equiv.; f5,6; 1/640; ISO 100
Moço fazendo exercício no Minhocão | 29mm equiv.; f5,6; 1/640; ISO 100

Uma das coisas que me chamou bastante atenção durante o passeio são as vistas da cidade e de prédios bem conhecidos que temos ao caminhar pelo Minhocão. Logo de cara, no início e por boa parte do trajeto, o Minhocão parece que vai dar de frente ao prédio do Banespa (Edifício Altino Arantes).


Rumo a um dos prédios mais conhecidos da cidade | 56mm equiv.; f8; 1/400; ISO 100
Rumo a um dos prédios mais conhecidos da cidade | 56mm equiv.; f8; 1/400; ISO 100

A vista acima do Banespa, quando a pista do Minhocão faz curva, também deve dar uma boa foto durante a noite com os rastros dos carros (usando longa exposição). O problema é aparecer ali durante a noite, questão de segurança. Em outras vistas, podemos ver o Copan e também o Edifício Itália.


Vista para o Edifício Itália | 51mm equiv.; f8; 1/320; ISO 100
Vista para o Edifício Itália | 51mm equiv.; f8; 1/320; ISO 100

Existem diversos murais que são visíveis durante o trajeto. Alguns à distância e outros bem de pertinho nos prédios colados ao Minhocão. Um deles inclusive estava sendo pintado.

Fora isso, também existem os jardins verticais. Achei bem legal! Nunca tinha visto um de perto. E alguns deles tem até uma carinha desenhada :)


Constraste. Preto e branco. Vegatação e prédio. Estava pedindo um preto e branco, né? | 38mm equiv.; f8; 1/160; ISO 100
Constraste. Preto e branco. Vegatação e prédio. Estava pedindo um preto e branco, né? | 38mm equiv.; f8; 1/160; ISO 100


Outro jardim vertical | f5,6; 1/160; ISO 100
Outro jardim vertical | f5,6; 1/160; ISO 100

Também não vai faltar fachada de prédio ao longo do trajeto. Se você curte padrões, janelas, geometria ou simplesmente o conjunto de fachadas de edifícios, você vai ter bastante coisa para se divertir por lá. A única coisa é que elas têm o estilo da época e não são muito modernas.


Janelas... | 152mm equiv.; f8; 1/400; ISO 100
Janelas… | 152mm equiv.; f8; 1/400; ISO 100


Pelo percurso do Minhocão | 38mm equiv.; f8; 1/400; ISO 100
Pelo percurso do Minhocão | 38mm equiv.; f8; 1/400; ISO 100

Um dos prédios, esse com aparência mais nova (ou ao menos recém pintado), estava suplicando para que você tirasse uma foto dele. Tinha uma espécie de “grade” pintada de preto e de branco, criando um super contraste e também o padrão.


Padrão do 'prédio me dá uns cliques' | 96mm equiv.; f5,6; 1/640; ISO 100
Padrão do ‘prédio me dá uns cliques’ | 96mm equiv.; f5,6; 1/640; ISO 100


 Padrão proibido | 38mm equiv.; f4; 1/1000; ISO 100
Padrão proibido | 38mm equiv.; f4; 1/1000; ISO 100

É um passeio bem arquitetura, mas que você também pode aproveitar para fotografia de rua (street photography). Estamos no meio de uma grande cidade, e por estarmos no Elevado, estamos na altura dos prédios e sem calçada. Talvez alguém que esteja começando a fotografar, e que não seja arquiteto, deve achar que não tem nada para fotografar por lá. Mas tem sim. Basta “ajustar” o olhar.

Notou as linhas? Não sei se você reparou, mas existem diversas linhas ajudando na composição das fotografias. Se você não chegou a reparar nelas, vale observar de novo. Elas ajudam bastante a guiar o olhar de quem observa. Se você não entendeu nada do que eu comentei, em breve eu escrevo mais sobre isso.

Termina, mas não acaba

Missão cumprida! Mais um trajeto da cidade conhecido da forma que eu mais gosto, com o olhar fotográfico! Agora dá para dizer que eu conheço mais um lugar da minha cidade ;).

Mas o passeio não acaba por aí! É bem legal conhecer o olhar das outras pessoas que participaram. A gente sempre aprende e também se diverte. O Click a Pé tem um grupo fechado no Facebook bem ativo e o pessoal ainda posta no Instagram com as hashtags do passeio. A organização escolhe diversos “click destaque” e também tem a foto escolhida pelo voto popular.

Se inscreve aqui no blog que eu te aviso sobre os passeios do Click a Pé e te ajudo com os detalhes sobre como participar e aproveitar esse grupo bem bacana que temos em nossa cidade. É só clicar no botão abaixo! Lembre-se que os passeios do Click a Pé são gratuitos.

Compartilhe com seus amigos! :)