Filipe Morgado Escrito por Filipe Morgado

Qual o melhor presente que um fotógrafo pode dar para um desconhecido?

Você que fotografa por prazer, pela arte da fotografia, pelos ótimos momentos que ela nos proporciona, pela “terapia”, pelas descobertas…

Você já presenteou alguém que você nem conhecia com uma foto sua?

Não valem iniciativas que já participamos rotineiramente como o Fotroca. Mesmo os ainda desconhecidos, lá todo mundo é amigo e fotografa. Estou falando de pessoas que você nem sabe se elas gostam de fotografia, que serão surpreendidas quando você chegar com uma foto impressa.

Por exemplo, alguém de uma cidade que você conheceu durante uma viagem…

Ou, trazendo para nossa realidade Paulistana, um artista que se apresenta na Av. Paulista e você nunca viu.


Cantando com amor. Na foto a vocalista da banda <a href='https://www.instagram.com/entalpiaoficial/' title='Banda Entalpia' target='_blank'>Entalpia</a>, <a href='https://www.instagram.com/mainarathais/' title='Mainara Guimarães' target='_blank'>Mainara Guimarães</a>.
Cantando com amor. Na foto a vocalista da banda Entalpia, Mainara Guimarães.

Imagine você como um músico/cantor que se apresentou em um determinado domingo na Av. Paulista.

Com certeza várias pessoas tiraram fotos de você e de sua banda. Mas qual a probabilidade de, bem no dia e horário em que você se apresentou, alguém que realmente gosta de fotografia passar por lá, se interessar pela música que você toca/canta, parar para ver, conseguir fazer retratos legais de você e depois de várias semanas aleatoriamente aparecer exatamente no final do seu show com essas fotos impressas?

Hum… hehehe

Está captando a ideia?

Já pensou no outro lado da moeda?

Qual a chance de você que gosta de fotografar e fazer seus passeios fotográficos, passar um dia pela Av. Paulista, encontrar a mesma banda que você tinha fotografado mais de um mês atrás exatamente quando eles iam poder interagir com o público (final do show), com três fotos impressas na mochila, depois de um trajeto de mais de duas horas com pessoas que você tinha acabado de conhecer e não fazia ideia do ritmo que caminhariam e ainda fora do percurso planejado do passeio?

Só que no meu caso, ainda tinha mais uma coincidência…

Eu estava guiando meu passeio fotográfico pela Av. Paulista. Estou lá para as pessoas que estão no meu passeio e não para mim.

Portanto, ainda tinha que dar tudo certo para que eu pudesse aproveitar esta chance única sem atrapalhar o passeio, ao contrário, podendo proporcionar uma experiência única para eles também.

Acho que agora você já entendeu que se trata de um daqueles momentos incríveis que vivemos :).

Em resumo, foi um momento único ;)

Vamos ver como foi!


Cantando com prazer. Na foto a vocalista da banda <a href='https://www.instagram.com/entalpiaoficial/' title='Banda Entalpia' target='_blank'>Entalpia</a>, <a href='https://www.instagram.com/mainarathais/' title='Mainara Guimarães' target='_blank'>Mainara Guimarães</a>, e o baterista, <a href='https://www.instagram.com/icaro_duarte/' title='Ícaro Duarte' target='_blank'>Ícaro Duarte</a>.
Cantando com prazer. Na foto a vocalista da banda Entalpia, Mainara Guimarães, e o baterista, Ícaro Duarte.


O momento vivido durante o passeio fotográfico na Av. Paulista

Nosso passeio fotográfico na Av. Paulista começou como de costume com um bate-papo fotográfico e um café :).

Conversamos sobre o nosso livro aqui do blog, sobre fotos minhas da Paulista e também algumas outras fotos minhas especiais de um trabalho autoral que estou fazendo. Tudo impresso especialmente para o passeio.

Com elas, espero despertar seu interesse ou consciência para este lado da fotografia que não é só técnica, beleza ou estética. É você.

Depois de aquecidos pelo bate-papo e já com alguns novos amigos, fomos fotografar pela Paulista. Nosso grupo era majoritariamente formado por designers e eles tinham interesse por retratos. Todos eram de Salvador :).

Depois de vários retratos e outras fotos pela Paulista, o grupo se divertiu fotografando a arquitetura marcante do Conjunto Nacional. Pudemos fotografar o “local proibido para fotógrafos” livremente, pois durante meu passeio fotográfico temos autorização para isso ;).

Depois do Conjunto Nacional, avançamos pelas calçadas do mesmo lado da Paulista. Um pouco mais adiante, tinha uma banda tocando do outro lado da avenida cercada de pessoas que os assistiam e também cobriam seus integrantes.

Fiquei olhando e tentando descobrir qual era a banda enquanto caminhava com o grupo. A música e principalmente a voz me pareciam familiar…

Me perguntava:

Será que é a moça das fotos?

Que fotos? Você talvez me pergunte :). Eu te respondo, alguma das fotos que mostro no início do passeio e que você também vê aqui no artigo :)

Continuamos caminhando e fotografando até que consegui reconhecer…

Sim, era o pessoal da banda Entalpia! \o/

Quando percebi que eram eles, veio aquele pensamento:

Nossa, é minha chance de conseguir dar as fotos para a banda!

Naquele dia, estávamos tranquilos com o tempo do passeio, logo não iria atrapalhar nosso roteiro e poderia ser até um momento único bem legal para eles, ainda mais por gostarem de retratos.

Então, chamei o pessoal para ver a banda.

Chegando lá, eles estavam exatamente encerrando o show. Incrível! Não tinha como ser melhor! Eles já iriam ficar disponíveis para falar com o pessoal que assistia.

Logo quando paramos ao lado do público, demos a sorte de estarmos ao lado de uma pessoa da equipe da banda e assim que a vocalista (Mainara Guimarães, que aparece em primeiro plano nas fotos) o apresentou, fui falar com ele.


Cantando com vontade. Na foto a vocalista da banda <a href='https://www.instagram.com/entalpiaoficial/' title='Banda Entalpia' target='_blank'>Entalpia</a>, <a href='https://www.instagram.com/mainarathais/' title='Mainara Guimarães' target='_blank'>Mainara Guimarães</a>, e o tecladista, <a href='https://www.instagram.com/_rboliveira/' title='Rafael Oliveira' target='_blank'>Rafael Oliveira</a>.
Cantando com vontade. Na foto a vocalista da banda Entalpia, Mainara Guimarães, e o tecladista, Rafael Oliveira.

Disse que tinha fotografado eles na Paulista um tempo atrás, que estava com três fotos impressas deles e perguntei se queriam ver.

Ele topou na hora, mas fez uma cara de surpresa e perguntou o porquê da foto impressa. Hahaha… Ah, esses tempos modernos hehuehuehu.

Enquanto pegava as fotos na mochila, pedi para o pessoal que estava comigo no passeio fotografar o momento da entrega das fotos. Eles toparam \o/ :) \o/

Com as fotos em mãos, mas viradas ao contrário para criar um suspense, hehe, me aproximei da Mainara.

Ela, muito atenciosa e simpática, estava terminando de conversar com algumas outras pessoas. Logo depois, foi a nossa vez.

Ainda apenas com o verso da fotografia visível para ela, contei que tinha fotografado eles um tempo atrás na Paulista e que tinha percebido a entrega dela ao cantar.

Adoro capturar esses momentos, pois são parecidos com o que vivo ao fotografar. Aproveito o momento profundamente, esqueço do resto do mundo e consigo me concentrar no momento presente. Enfim, a fotografia me faz viver e aproveitar muito mais meus momentos de vida. Acredito que o pessoal da Entalpia faz o mesmo, porém quando cantam e tocam.

Depois do pequeno suspense inicial, virei as fotos e perguntei, “conhece esta moça?”


Fotografia de <a href='https://www.instagram.com/crismelofotografias' title='Cristiane Melo' target='_blank'>Cristiane Melo</a>. A reação da Mainara ao ver as fotos :).
Fotografia de Cristiane Melo. A reação da Mainara ao ver as fotos :).

Acho que deu para ver que ela gostou, né? Hahaha \o/ Ela ficou olhando e olhando… Sabe quando a pessoa fica olhando por um tempo mais prolongado do que o normal? Foi mó legal \o/

Depois ainda disse para ela que era presente. Claro que ela ficou super feliz e ainda me retribuiu dando várias coisas da banda. Ganhei o EP, o pôster e o botton deles :) :). Quanta gentileza :), achei super legal, muito obrigado!!


Fotografia de <a href='https://www.instagram.com/crismelofotografias' title='Cristiane Melo' target='_blank'>Cristiane Melo</a>. É um presente para vocês :).
Fotografia de Cristiane Melo. É um presente para vocês :).

Depois que já tínhamos nos despedido, ela foi mostrar para outras pessoas que curiosamente olhavam o que ela tinha acabado de ganhar :).

Na hora, acontece tudo muito rápido. Mas com o passar da vida, a gente vai aprendendo a viver melhor esses momentos, os tornando mais “lentos”, vivendo e os “saboreando” mais.

Entalpia, obrigado pelo momento bacana que vivi fotografando vocês e entregando as fotos!

Meu agradecimento também a vocês que estavam comigo e até me fotografaram neste dia. Emerson, Cristiane, Matheus e Agatha, muito obrigado!


Conclusão

Acho muito legal essa troca. Poder dar algo único, que você sabe fazer para alguém que valoriza o que você faz e você também sente que a pessoa gostou do presente. É tão simples, mas tão legal. E tudo acontece simplesmente pois você faz algo que gosta :).

Acredito que o melhor presente que alguém pode ganhar de um fotógrafo é uma fotografia de sua autoria.

Já parou para pensar o quão único é dar uma foto sua impressa de presente para alguém?

É algo extremamente pessoal, único e que não se pode reproduzir. Algo que você fez do início ao fim, com tudo que você é, sabe, representa e se expressa.


Fotografia de <a href='https://www.instagram.com/crismelofotografias' title='Cristiane Melo' target='_blank'>Cristiane Melo</a>. Eu também ganhei presentes da banda :), muito obrigado!
Fotografia de Cristiane Melo. Eu também ganhei presentes da banda :), muito obrigado!

Por que será que estou falando tanto de fotos impressas e dar presentes?

Será que existe alguma mensagem escondida aqui no artigo? Hum? Hum?

Vem fazer meu passeio fotográfico pela Av. Paulista que você vai descobrir este mistério ;)

Quem será o próximo artista a ganhar um retrato? Ainda tenho outros na mochila hahaha :). Será que você vai ter a sorte de presenciar outro momento como este?


Agradeço muito pelo tempo que você dedicou à leitura do artigo. Obrigado ;). Espero que tenha sido proveitoso para você. Até!